21-11-18- Juiz estabelece fiança de R$ 7,6 mil e procuradora é liberada

21-11-18- Juiz estabelece fiança de R$ 7,6 mil e procuradora é liberada

THAIZA ASSUNÇÃO 
MIDIA NEWS DA REDAÇÃO

 

A procuradora aposentada Luiza Siqueira de Farias, de 68 anos, acusada de atropelar o gari Darliney Silva Madaleno, de 44 anos, foi liberada durante audiência de custódia realizada na noite de terça-feira (20), no Fórum de Cuiabá.

 

De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça, o juiz Jeverson Luiz Quinteiro converteu a prisão em flagrante em liberdade provisória mediante o pagamento de fiança, no valor de oito salários mínimos (R$ 7,6 mil).

 

Ela deve quitar o valor nesta quarta-feira (21). 

 

O acidente aconteceu na Avenida Getúlio Vargas, nas proximidades da sede da Fundação Nacional de Saúde, próximo à esquina com a Rua Presidente Marques, na madrugada de terça.

 

O gari está internado no Pronto-Socorro da cidade e teve que amputar a perna. 

 

Ainda segundo a assessoria do TJ, o juiz proibiu Luiza de frequentar boates, bares e estabelecimentos congêneres. Ela ainda terá que comparecer mensalmente no Fórum. 

 

O acidente                              

 

Darliney Silva Madaleno estava na traseira do caminhão de coleta de lixo quando o veículo conduzido pela procuradora aposentada, um Jeep Renegade preto bateu contra o caminhão, esmagando o gari.

 
Segundo a narrativa da Polícia Civil, o caminhão de limpeza estava parado na faixa esquerda da via, realizando a coleta do lixo.

 

O veículo de passeio trafegava pela pista central, quando bateu na traseira direita do caminhão, onde estava a vítima.

 

A Polícia Civil esteve no local e fez o teste do bafômetro na motorista.

 

Segundo informou a Polícia, o exame constatou que ela tinha 0,66 miligrama por litro de ar expelido. O número é superior ao limite a partir do qual a infração é considerada gravíssima.

 

Em razão da suspeita de embriaguez, a motorista foi levada para o Cisc Verdão e autuada por lesão corporal culposa agravada pelo fato da estar embriagada.