15-05-19- Mauro reafirma situação financeira grave e não descarta cortar recursos da Unemat

15-05-19- Mauro reafirma situação financeira grave e não descarta cortar recursos da Unemat

Jacques Gosch e Vinícius Bruno

RDNews

governador Mauro Mendes (DEM) não descarta promover cortes no orçamento da Unemat, como o Governo Federal está fazendo nas universidades e institutos federais, caso a arrecadação do Estado não apresente melhora no próximo período.  

A exemplo da equipe econômica do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), Mauro também argumenta que o país enfrenta problemas graves, que trazem reflexos aos Estados. Alega ainda que não adianta a população e a oposição organizarem protestos se a reforma da Previdência não for aprovada para impedir que o Brasil "quebre".   

“O Governo Federal e a economia nacional em geral passam por um momento instável. Isso preocupa todos nós. O Brasil já vive há alguns meses, alguns anos aliás, baixo crescimento econômico. Não adianta espernear, não adianta fazer protesto. O que nós temos que fazer é trabalhar com seriedade e aprovar as reformas”, declarou  durante inauguração de uma UPA no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, nesta terça (14).

Sobre o possível contigenciamento no orçamento da Unemat, Mauro lembra que o governo vem realizando cortes em diversas áreas desde o início da gestão. Não descarta adotar a medida e destaca que já reduziu o déficit financeiro do Estado.

“Estamos tomando várias medidas de maneira silenciosa. Eu não sou uma pessoa que gosta de ficar tomando medidas espetaculosas, faço no dia-a-dia medidas importantes de cortes de gastos, de redução de despesas tanto que já é perceptível para muitos setores que o governo já melhora o seu desempenho, mesmo no momento de crise, mesmo pegando R$ 3, 5 bilhões de restos a pagar”, completou.

 O orçamento anual da Unemat é de aproximadamente R$ 300 milhões. Aproximadamente 80% é destinado para folha salarial.