Vila Rica: Três policiais militares são absolvidos da acusação de assassinato brutal em São José do Xingu.

O julgamento dos 3 policiais militares aconteceu na manhã do dia 03/10, na cidade de Vila Rica, 110 Km de Confresa, Cosmo Ferreira, Jorcelino Agostinho dos Santos e Manoel Alves de Lima foram absolvidos da acusação de homicídio.

 Os policiais eram acusados de ter assassinado com vários disparos, João Damacena Gomes. O crime aconteceu em 23 de outubro de 1994, por volta da 06 horas, na localidade denominada Projeto Santa Cruz, Município de São José do Xingu. O Ministério Público Estadual havia oferecido denúncia contra os acusados, pela prática da conduta delitiva prevista no artigo 121, “caput”, do Código Penal.

 

Em resumo. Dados do processo: 257-22.2005.811.0049 – Código nº. 934

O representante do Ministério Público ofereceu denúncia contra Jorcelino Agostinho dos Santos, Manoel Alves de Lima e Cosmo Ferreira, pela prática da conduta delitiva prevista no artigo 121, “caput”, do Código Penal.

Consta na denúncia que no dia 23 de outubro de 1994, por volta da 06 horas, na localidade denominada Projeto Santa Cruz, Município de São José do Xingu, os denunciados Jorcelino Agostinho dos Santos, Manoel Alves de Lima e Cosmo Ferreira, conscientes da ilicitude e reprovabilidade de suas condutas, efetuaram vários disparos de arma de fogo na vítima João Damacena Gomes, causando-lhes as lesões que provocaram a morte da vítima. Consta nos autos, que no dia 22 de outubro de 1.994, a vítima efetuou um disparo de arma de fogo contra a pessoa de Cícero Malta da Costa, fato este, imediatamente comunicado à Policia Militar e os denunciados como componentes de uma equipe de policiais saíram em perseguição a vítima, encontrando-a em um barraco, no povoado do Projeto Santa Cruz, onde deram voz de prisão à vítima, a qual não atendeu, ficando quieta dentro do barraco, quando então, sem qualquer providências no sentido de convencer a vítima a se entregar, para posteriormente prendê-la, ingressaram no barraco disparando contra a vítima, matando-a. A denúncia foi recebida em 04 de novembro de 1997. Os réus foram citados e interrogados mediante Carta Precatória expedida à Comarca de Barra do Garças/MT.

Com informações da Rádio Eldorado FM


Fonte:Agência da Notícia com Uasley Werneck

 

 

 

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário