Universitários orientam caminhoneiros no Araguaia.

De Barra do Garças - Ronaldo Couto

 

 

Alunos do curso de Enfermagem da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) do campus de Barra do Garças realizam toda segunda-feira um trabalho de orientação sobre a saúde preventiva aos caminhoneiros que transitam pelas Brs 070 e 158 na divisa de MT e GO. Cerca de mil carretas passam por dia pela região de Barra do Garças, onde ocorre o o maior fluxo de veículos do leste de MT. Depois das 18 horas, é grande o número de carretas encostadas nos postos de combustíveis.

É nesse momento que entram em ação os alunos do curso de Enfermagem com o trabalho preventivo denominado de projeto “Viva Bem Caminhoneiro”, idealizado pelo professor Elias Marcelino da Rocha e desenvolvido hoje pelo campus do Araguaia da UFMT.

Toda segunda-feira, a partir das 19 horas, os alunos fazem uma blitz junto ao posto conversando com os caminhoneiros sobre a saúde deles, medindo a pressão e o peso de cada um.

É feita a distribuição de preservativos para os caminhoneiros que aceitam. Tudo de uma forma espontânea para não causar nenhum constrangimento à turma da boleia. O projeto já detectou algumas dúvidas comuns entre os caminhoneiros sobre colesterol, doenças sexualmente transmissíveis como AIDS e exame de próstata, que alguns se mostram relutantes em fazer por tabu ou até mesmo preconceito.

O projeto de saúde dos caminhoneiros, coordenado pelo professor Elias, teve início em Rondônia, em 2008, quando ele realizava entrevista para o seu trabalho de mestrado. O professor sentiu a necessidade de manter essa atividade preventiva. Em Barra, a primeira experiência aconteceu em junho no Rota Cidadã.

Vinte e cinco alunos se revezam em turmas de cinco universitários toda segunda-feira a partir das 19 horas.

 

 

Publicação: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com