MEC seleciona Cáceres para aplicar projeto para mulheres.

Os campi do Instituto Federal de Educação de Cáceres, Bela Vista e Confresa foram os escolhidos pelo Ministério da Educação como núcleos do programa Mulheres Mil, em Mato Grosso, cujo objetivo é promover a emancipação social, econômica e elevar a escolaridade de brasileiras em situação de vulnerabilidade social. "A expectativa é de implementar a nova metodologia do programa nos campus dos institutos federais, além de promover a inclusão social de mulheres em vulnerabilidade social e trabalhar com a lógica de melhoria da renda e desenvolvimento do ensino nas comunidades atendidas", explicou a diretora de integração das redes de educação profissional, Patrícia Barcelos, por assessoria.

Os critérios utilizados para a escolha dos municípios foram: localização em Territórios da Cidadania (formados por regiões de baixo índice de desenvolvimento humano [IDH], com semelhantes características econômicas e culturais) e disponibilidade para instalação do escritório de acesso, onde as beneficiárias seriam assistidas. Cada um dos cem campus receberá R$ 100 mil para implementar o programa nas comunidades que serão atendidas. Os novos núcleos estão distribuídos da seguinte maneira: 32 na região Nordeste, 18 no Norte, 20 na região Sudeste e mais 18 no Sul, além de 12 localidades no Centro-Oeste.

De acordo com o MEC, desde 2007, quando o projeto começou a ser desenvolvido, 13 institutos foram contemplados, beneficiando cerca de 1,2 mil mulheres com cursos profissionalizantes em áreas como turismo e hospitalidade, gastronomia, artesanato, confecção e processamento de alimentos. Para este nova etapa, projeta-se 10 mil matrículas até o final deste ano e 100 mil até 2014.

Por: Jornal Oeste

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário