Funcionários e diretores do Agência da Notícia são ameaçados de morte.

“Antes o barulho da imprensa livre do que o silêncio da ditatura” Dilma Rousseff

 

Diretores e funcionários do Grupo AN de Comunicação, estão sendo ameaçados de morte, na manhã dessa segunda-feira 10/10, uma carta anônima foi deixada na sede do Jornal Agência da Notícia, fazendo ameaças diretas à índole moral e física de seus diretores e funcionários.

“Estava começando a limpeza aqui do Jornal, quando ao tirar o tapete eu encontrei uma carta, onde estava falando que iriam matar os funcionários do jornal” disse Maria Machado, responsável pela limpeza.

Confira na íntegra a ameaça:

“ Atenção: Vocês do Agência da Notícia falam demais talvez estejam precisando perder a língua!

Cuidem da vida de vocês, caso contrário vão morrer. Não estou brincando, estou falando sério.

Sei da rotina de cada um. Não brinquem comigo.

Vocês são uns otários que não têm o que fazer e ficam falando da vida dos outros.

Cuidado vocês vão morrer !!!!! Agência da Notícia”

O que chama a atenção é que a carta foi deixada no mesmo fim de semana em que a torre, que fica nos fundos do jornal, teve os cabos de aço forçados na tentativa de desamarrá-los.

Após orientação do departamento jurídico do Agência da Notícia, foi feito um Boletim de Ocorrência na polícia Militar que será encaminhado à Polícia Civil. A polícia disse que o caso será investigado.

Esta não é a primeira vez que o Agência da Notícia é vítima de ameaça, em Março de 2010, em menos de uma semana foram cinco ameaças diretas, incluído uma ameaça de sequestro.

Para Ari Dornelles, diretor Geral AN, o grupo agora espera que a polícia investigue o caso, o direito de imprensa seja preservado, e afirma ainda que ações como esta não vão intimidar a realização do nosso Trabalho.

O departamento jurídico do Agência da Notícia irá solicitar proteção policial aos funcionários e diretores ameaçados de morte.


Fonte:Agência da Notícia com Uasley Werneck

 

 

 

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário