Elevador de construção despenca, mata dois ocupantes e deixa outros quatro gravemente feridos (Veja Fotos)

Da Reportagem local - Julia Munhoz / Da Redação - Renê Dióz

 

Duas pessoas morreram na hora vítimas da queda, na manhã desta quinta-feira (5), de um elevador usado na construção do edifício comercial Amazon Business Center, na região do bairro Quilombo, em Cuiabá. Segundo o Corpo de Bombeiros, outras quatro pessoas que estavam no elevador ficaram gravemente feridas.

Os funcionários que não resistiram à queda, segundo os trabalhadores que falaram ao Olhar Direto, são o mestre-de-obras Agnaldo Alves dos Santos, de 40 anos de idade, e o operador de elevador Eurico Jesus Ferreira, de 38 anos. Os feridos são três carpinteiros e um ajudante de carpintaria.

Os funcionários da obra relataram que, por volta das 7h30, ouviram apenas o barulho do rompimento do cabo do elevador da construção.

“Eu escutei só o baque”, resumiu o auxiliar de pedreiro Antônio Silva. Os trabalhadores também mostraram estranhamento devido ao fato de que recentemente o elevador foi vistoriado.

O engenheiro responsável pela obra, Herli Ribeiro Lavor, informou que uma vistoria da Delegacia do Trabalho no local há 50 dias autorizou a continuidade da construção, de modo que o acidente desta manhã pode ser considerado uma fatalidade.

O engenheiro ainda mencionou que as famílias dos funcionários já foram todas avisadas e que a empresa, a construtora Pactual, está fornecendo todo o apoio a elas.

Ainda de acordo com os funcionários, o elevador teria despencado do sexto andar do edifício, que tem onze andares e é localizado na avenida São Sebastião. O projeto, segundo o site do empreendimento, prevê 15 andares e a entrega da obra em novembro.

Equipes do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) já foram ao local para auxiliar no socorro às vítimas e o Pronto Socorro Municipal de Cuiabá confirmou a entrada dos quatro feridos na sala de traumas.

 

Ivone Lima / pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário