Bancários reafirmam greve para terça-feira.

Welington Sabino, repórter do GD

Sem avanços nas negociações da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em Brasília, bancários de Mato Grosso cruzam os braços na próxima terça-feira (27) após o sindicato do Estado considerar “abusivo” o reajuste de 0,2% proposto em assembleia nesta sexta-feira (23) em Brasília. Diante da situação, o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT), Arilson da Silva, reafirmou a decisão de paralisação já tomada um dia antes.

Eles pleiteiam reajuste de 12,8%, enquanto a Fenaban oferecia 7,8% e diante do anúnicio de greve em todo o país, cedeu e resolveu subir a proposta para 8%. Na pauta de reivindicação dos trabalhadores também constam mais alterações e implantações de procedimentos que garantam segurança aos funcionários e clientes, além de melhores condições de trabalho ao bancários que têm salários iniciais que oscilam em torno de 1,6 mil.

Em Mato Grosso, a decisão vai afetar cerca de 290 agências que com a adesão de aproximadamente 4,5 mil bancários ao movimento grevista, ficam com as portas fechadas a partir de terça-feira.

 

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário