29-11-2011-Cafu é novo sócio da empresa que administra o plano de saúde de MT.

Escrito por RD News.

A Saúde Samaritano, que passou a administrar o plano de saúde coletivo dos servidores do Estado por adesão vinculada à Open Saúde, tem como um dos sócios o empresário Washington Luiz, primo-irmão de Marcos Evangelista de Moraes, o Cafu, ídolo no futebol e capitão da Seleção Brasileira que levantou a taça do pentacampeonato da Copa de 2002. Embora tenha o primo na sociedade, Cafu é quem conduz as ações como presidente do Conselho Gestor.

blog apurou que ele não aparece na sociedade oficialmente por exigências de patrocinadores com os quais mantêm contratos milionários. Cafu se tornou empresário com foco na saúde. Mantém a Fundação Cafu e outros projetos no setor. Mora em São Paulo e programa visita a Cuiabá nos próximos dias para anunciar investimentos, estreitar relacionamento com o governador e conhecer in loco os projetos preparativos de Cuiabá para a Copa-2014. O primo Washington, que aparece na sociedade da Saúde Samaritano, reside no Alphaville, um dos bairros nobres de Barueri, também em São Paulo.

O governo Silval Barbosa decidiu, por meio do MT Saúde, fechar contrato emergencial com a Saúde Samaritano por seis meses. Como o atendimento aos cerca de 54 mil servidores e dependentes não está funcionando totalmente porque a administradora se encontra na fase de ajustes e de recadastramento, inclusive do corpo clínico, sindicalistas e alguns deputados passaram a "detonar" a empresa, com reclamação de que esta é recém-criada, estaria irregular e com privilégio contratual.

Em poder de toda documentação para provar a idoneidade, a Saúde Samaritano, que fundada há 10 anos, resolveu agir. Explica que alterou a razão contratual agora para incluir novos sócios, como Washington, braço de Cafu, por questões estratégicas. Destaca que a mudança atende exigências da Agência Nacional de Saúde Suplementar, que regulamenta planos de saúde e determina que se tenha administradora para atuar em caso de plano coletivo por adesão (diferente de pacote fechado). Foi a partir dessas mudanças que se habilitou para oficializar contrato com o Estado, que possui aproximadamente 98 mil servidores e, destes, entram no plano de saúde quem quiser. O grupo que tem Cafu no Conselho Gestor decidiu investir no Centro-Oeste e começou por Mato Grosso. Se prepara para participar da licitação, que será aberta pelo governo assim que encerrar o contrato.

 

 

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com