28-11-2011-Índio escritor aproveita feira e pede que literatura indígena seja adotada

Da Redação - Lucas Bólico

 

O índio escritor Olivio Jekupe, do povo Guarani, que vive no Estado de São Paulo e veio para Mato Grosso participar da segunda Edição da Feira do Livro Indígena de Mato Grosso (Flimt) fez um apelo para que as secretarias de Educação de Estado adotem literatura indígena na educação infantil.

Segundo a argumentação do escritor, as escolas ensinam sobre os índios apenas pela perspectiva do homem branco, o que acaba sendo um erro. “Sem querer ofender os brancos, mas eles vão lá, escutam, olham e acabam fazendo ficção com os índios”, disse.

Para Jekupe, seria enriquecedor para os estudantes conhecer a história do Brasil por dois vieses. Ele ainda explica que existe literatura suficiente para abastecer essa demanda na educação. Só ele, já publicou 12 trabalhos.

A feira está acontecendo no Palácio da Instrução, em Cuiabá. O evento começou nesta quarta-feira (23) e se encerrou sábado (26).

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com