24-10-2011-Meninas cortam barba de dirigente por promessa de ouro no Pan.

Gazeta Esportiva
 

Uma cena inusitada fez parte da comemoração da Seleção Brasileira feminina de handebol, campeã dos Jogos Pan-americanos de Guadalajara. O presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz Oliveira, não escapou de ter a barba aparada pelas atletas, depois de uma promessa que ele fez ainda antes da competição.

De máquina em punho, as jogadoras foram se revezando para fazer a barba do dirigente, que prometera raspar no caso de as seleções masculina e feminina ganharem o ouro - o que aconteceu com as meninas, que venceram a Argentina na final por 33 a 15 já na madrugada desta segunda-feira.

"Nunca tinha deixado barba, mas fiz um compromisso que, se o handebal caminhasse bem, ia deixar. E deixei. E prometi que tirararia tudo se conquistássemos os dois ouros. Não sei como, elas descobriram. Mas estou feliz demais, com ou sem barba", explicou o dirigente, que comemorou demais a vaga nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

"É uma emoção muito grande. Cumprimos o objetivo, que era a vaga olímpica. É um resultado que vai ajudar muito no desenvolvimento do handebol brasileiro", disse Manoel.

O "segredo" de Manoel Luiz de Oliveira foi revelado às atletas pela esposa do presidente, Márcia Oliveira. E, nesta segunda-feira (24), na decisão do masculino, ele pode entrar na navalha novamente. "Deixamos o bigode para os meninos cortarem hoje", brincou a pivô Dani Piedade.

Nesta segunda-feira, será a vez do elenco masculino tentar o ouro e, assim, raspando também o bigode do presidente da CBHb. O adversário será mais uma vez a Argentina, na que será a terceira final consecutiva de Pan-americanos entre os dois países, com títulos brasileiros em Santo Domingo-2003 e Rio de Janeiro-2007, esta última com uma briga generalizada no final.

 

 

 

Publicação: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário