20-09-2011-OAB apura conduta de advogados presos por terem agredido familiares.

Da Redação - Julia Munhoz

Foto: Reprodução

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso (OAB-MT), Cláudio Stábile, afirmou em entrevista ao Olhar Direto, que deve encaminhar uma solicitação à Secretaria de Segurança Pública (Sesp), para ter acesso aos inquéritos que investigam a conduta dos dois advogados presos durante o final de semana, acusados de agressão.

Segundo Stábile, a cópia dos documentos é necessária para que seja avaliada a conduta dos dois advogados e, se houver efetivamente a transgressão das normas éticas, os dois profissionais serão julgados pelo Tribunal de Ética da Ordem. "Nós já encaminhamos ofício para a Sesp nesta tarde pedindo as informações”.

A advogada Caroline de Souza Trindade, 33 anos, depois de ter sido acusada de agressão. Ela teria dado um soco no rosto do pai, Ari Trindade, 85 anos, que posteriormente registrou queixa contra a filha.

O segundo advogado detido durante o final de semana foi Auro Guilherme Ulyssea, 35 anos. As informações são de que ele teria sido preso depois de bater na mãe e na esposa. Ele é viciado em drogas e segundo relatos da família, esta não foi a primeira vez que ele às agrediu.

Os dois casos serão encaminhados para o Tribunal de Ética da OAB-MT, presidido pelo advogado Ussiel Tavares, ex-presidente da Ordem de Mato Grosso.

 

Por: Ivone Lima / pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário