18-11-2011-São Félix, a exemplo de Barra, ficou fora dos jogos estudantis.

Terminou na quarta-feira, (16), a 34º edição dos Jogos Estudantis Mato-Grossenses. Neste ano, os Jogos foram sediados em Colíder a 650 km de Cuiabá. A Competição reuniu participantes de todo o Estado que foram formados por equipes/municípios, classificados nas dez etapas dos jogos regionais nas regiões Nordeste, Sudeste, Leste, Sul, Sudoeste, Centro-Norte, Oeste, Noroeste, Médio-Norte e Norte. Ao todo foram 1500 estudantes, de 40 municípios.

A etapa regional aconteceu em Confresa, em agosto, e o município de São Félix foi o vencedor nas modalidades futsal masculino e handebol feminino. As equipes vencedoras são compostas por estudantes da Escola Estadual Tancredo Neves. No entanto a delegação não pôde participar do evento.  As equipes que estavam treinando desde setembro não tiveram apoio do município para chegar até Colíder. Os alunos estavam treinando com a supervisão do professor Carlos e receberiam apoio da prefeitura que custearia a locação do ônibus e a alimentação e hospedagem seria por conta da cidade sede dos jogos, Colíder...

Os estudantes foram avisados na sexta-feira, 11, na véspera da viagem, que a prefeitura municipal não fretaria o ônibus para o transporte da delegação. Segundo informações de uma fonte que prefere não se identificar. “na sexta-feira, 11, o Filemon disse que o Vadeci (secretário de Esporte) não tinha entregado o ofício pedindo a locação, e ele disse que não ia autorizar”, afirmou.

Mas segundo o grupo de estudantes há alguns meses a secretaria municipal de Esporte já estava ciente dos Jogos. “Nós estávamos nos preparando sozinhos com ajuda do Cleiton da Marinha, quando o pessoal da secretaria chegou ao ginásio e disse que dali pra frente iam nos ajudar, nos achávamos que estava tudo certo”, desabafou uma estudante.

A prefeitura municipal não realizou nenhuma reunião com os alunos, nem mesmo os avisou sobre a decisão. A notícia foi repassada de boca em boca e deixou muitos alunos e pais decepcionados com a situação. “Não foi justo o que fizeram conosco, uma falta de compromisso e responsabilidade” desabafou uma aluna.

 Os estudantes também denunciaram que os treinos eram realizados após as 21h, pois o Ginásio era alugado para outros grupos. Os treinos de futsal começavam às 23 horas e iam até a madrugada, demonstrando o esforço dos alunos para conseguir algum título no Estadual.

Escrito por Rizza Matos - São Félix .

 

Por: Ivone Lima

Pontaldoaraguaianews.com