14-05-2012-MT está em 9º lugar em casos de morte de mulheres

Estado registrou 5,5 assassinatos para cada grupo de 100 mil mulheres

MidiaNews                                  

Para tentar minimizar a violência contra a mulher, a Polícia Civil criou delegacias móveis na Capital

 

LISLAINE DOS ANJOS
DA REDAÇÃO

Mato Grosso está em nono lugar no ranking de estados brasileiros quando o assunto é o número de homicídios de mulheres praticados em 2010, segundo aponta o “Mapa da Violência 2012”.

O Estado registrou uma média de 5,5 assassinatos para cada grupo de 100 mil mulheres, superando o índice nacional, que foi de 4,4.

Cuiabá concentra 12,3% das vítimas de violência doméstica, mostrando que quase 80% dos casos de assassinato de mulheres, também conhecidos feminicídios, são registrados no interior do Estado.

Ao todo, o índice da Capital foi de 3,2 homicídios para cada grupo de 100 mil mulheres, ficando em 25º lugar na lista das capitais.

A grande diferença entre o número de vítimas fatais de violência doméstica em Cuiabá, em relação aos municípios do interio,r pode ser explicada pelas campanhas massivas feitas na Capital para estimular as mulheres a denunciarem sem medo quando sofrerem ameaças ou forem vítimas de algum tipo de lesão corporal, bem como alertam os agressores para as punições que podem lhe ser aplicadas.

O estudo vai além, ao mostrar que as armas de fogo continuam sendo o principal instrumento utilizado nos homicídios de mulheres (53,9%), seguido de perto pelos golpes cometidos por objetos cortantes, penetrantes ou contundentes (34,3%).

Os meios de agressão mais usados contra as mulheres são a força corporal ou o espancamento (56%), seguidas das ameaças verbais (22,4%).

De acordo com o estudo, os elevados índices de feminicídios são resultados do alto nível de tolerância da violência contra as mulheres, muitas vezes por culpa da própria vítima, que se recusa a denunciar o agressor, seja por medo ou por esperança de que ele, um dia, possa mudar de comportamento