13-09-2011-Quadrilha é presa na casa de irmão de Beatriz Árias.

 

Welington Sabino, repórter do GD

Uma quadrilha acusada de assalto a bancos foi presa  no bairro Quilombo na casa de Joamildo Aparecido Barbosa, irmão da ex-escrevente Beatriz Árias Paniagua que já que assim como a irmã, já tem histórico de homicídios. Ela é apontada como co-autora do assassinato do juiz Leopoldino Marques do Amaral, morto a tiros em setembro de 1999, no Paraguai. Joamildo consegui fugir, porém em sua casa foram presos foram presos André Luiz Farias, Jailson Borges de Oliveira e Leomar Fernandes Dessa. Uma certa quantidade de drogas também foi apreendida na casa.

As investigações tiveram início após a Polícia analisar imagens do circuito interno da agência do Banco Itaú, localizada na Avenida 15 de Novembro, em Cuiabá. Assim, chegou-se até o Joamildo e os outros acusados que conforme as primeiras informações, são do estado de Santa Catarina e já tem envolvimento em outros roubos de banco. Neste momento os acusados estão sendo ouvidos pelo delegado plantonista no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) do Planalto.

Beatriz Árias e Joamildo já são velhos conhecidos da Polícia. O último registro ocorreu em maio deste ano quando no dia 23 Fabiany Benedita Árias, registrou boletim de ocorrência na Central de Flagrantes, em Cuiabá acusando os irmãos de a ameaçarem de morte. A vítima é parente da dupla e viúva do ex-vigia Fernando Barbosa Belo, 39, condenado por participação no assassinato do empresário e jornalista Sávio Brandão. Belo foi executado em dezembro. (Colaborou Oliveira Júnior)

 

Postada por: Ivone Lima

pontaldoaraguaianews.com

 


COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário