05-01-2012-Pastor e padre são presos acusados de abuso sexual

De Brasília - Vinícius Tavares

 

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (5) um pastor evangélico de 45 anos acusado de abusar sexualmente de dois meninos de seis e oito anos de idade. O homem será indiciado por estupro de vulnerável e poderá pegar até 15 anos de prisão.

O caso revoltou principalmente a comunidade evangélica, pois as vítimas eram filhos de integrantes da Igreja Batista Jeová, localizada em Vicente Pires, cidade satélite de Brasília, onde o pastor pregava.

De acordo com a Polícia, primeiro o homem conquistava a confiança das famílias das vítimas e depois passava a conduzir as crianças em seu próprio carro sob o pretexto de desenvolver atividades religiosas. Os abusos eram cometidom dentro do veículo do pastor.

Este foi o segundo caso de abuso sexual envolvendo líderes religiosos no Distrito Federal em menos de uma semana. Na sexta-feira da semana passada, dia 30, um padre foi preso acusado de abusar de seis crianças, sendo um menino e cinco meninas, com idades entre seis e 14 anos.

O padre, conhecido como Evangelista, é pároco da Igreja São Francisco de Assis, perto do Lago Sul, bairro nobre da cidade. No momento da prisão, o padre estava na cama, com a secretária da igreja. A polícia investiga ainda se houve outros casos de estupro. O mandado de prisão foi cumprido pela DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente).

Segundo a Polícia, a aproximação do padre das crianças ocorria depois que ele  estabelecia uma relação de confiança com os familiares. O padre era considerado uma pessoa muito bem conceituada no clero católico de Brasília.

 

Ivone Lima / pontaldoaraguaianews.com

 

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário