03-12-2011-Deputado vai à Justiça contra Dilma porque ela não demitiu Lupi.

Fernando Francischini (PSDB-PR) protocolou ação em vara federal.
Assessoria do Planalto informou não ter conhecimento do processo

Do G1 PR

 

O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) protocolou nesta sexta (2), na 5ª Vara Federal de Curitiba, uma ação popular, com pedido cautelar, na qual pede à Justiça “imediato afastamento" do ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi.

A ação tem como réus a União, a presidente Dilma Rousseff e o ministro. Sobre Dilma, o texto diz que ela “está a beneficiar” Lupi. Além do afastamento, Francischini pede a condenação de Lupi e outras pessoas ligadas às denúncias de uso irregular de cargos públicos, para a devolução do dinheiro público e pagamento das “custas e demais despesas, judiciais e extrajudiciais”.

A assessoria do Palácio do Planalto informou que não irá se manifestar porque ainda não tem conhecimento do processo.

Em entrevista ao G1, Francischini disse que “a medida é radical [contra Dilma]. Porque com tudo que ela tem na mão, até mesmo depois da recomendação [de afastamento do ministro] da Comissão de Ética escolhida por ela, e não fazer nada, só se pode entrar na Justiça. (...) Isso é para demonstrar que, como deputados, já fizemos o máximo. Agora, vamos à Justiça comum, como cidadãos”.

Francischini disse que deputados da bancada dele manifestaram receio. “Eles me recomendaram usar primeiro todas as medidas que temos na Câmara, mas não se consegue nem aprovar pedidos de informações”, declarou.

 

 

Ivone Lima / pontaldoaraguaianews.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário